Doença de Crohn

O que é a Doença de Crohn?

A Doença de Crohn é uma doença inflamatória intestinal, que pode originar dor abdominal, diarreia grave, fadiga, perda de peso e desnutrição. Esta inflamação pode envolver diversos segmentos do trato digestivo.

Embora não exista uma cura conhecida, com tratamento médico e uma dieta adequada pode-se reduzir os sintomas da Doença de Crohn e até provocar uma remissão a longo prazo.

Quais são os sintomas da Doença de Crohn?

Em alguns casos, a Doença de Crohn afeta apenas o último segmento do intestino delgado (íleo), e, em outros casos, a doença pode estar confinada até ao cólon (parte do intestino grosso), sendo estas as áreas mais frequentemente afetadas.

Os sinais e sintomas da Doença de Crohn podem variar de leve a grave e, geralmente, desenvolvem-se de forma gradual. No entanto, podem também surgir de repente ou apresentar períodos com ausência de sinais ou sintomas (remissão).

Quando a doença está ativa, os sinais e sintomas podem incluir:

  • Diarreia

  • Febre

  • Fadiga

  • Dor abdominal e cólicas

  • Presença de sangue nas fezes

  • Aftas

  • Redução do apetite e perda de peso

  • Dor ou drenagem próximo ou ao redor do ânus (fístula anal)

 

Em casos muito severos, os sinais e sintomas podem também incluir:

  • Inflamação da pele, dos olhos e das articulações

  • Inflamação do fígado ou das vias biliares

  • Distúrbios no crescimento em crianças

Quais são as causas da Doença de Crohn?

Desconhece-se a causa exata da Doença de Crohn. No entanto, existe uma associação da doença à alimentação e ao stress e a outros fatores, tais como:

  • Hereditariedade -  A Doença de Crohn é mais comum em pessoas que têm histórico familiar, sendo que os genes determinam que estas pessoas estão mais suscetíveis a ter a doença.

  • Sistema imunitário - É possível que um vírus ou bactéria possa desencadear a Doença de Crohn. Quando o sistema imunitário tenta combater um microrganismo invasor, uma resposta imune anormal faz com que o sistema imunitário atinja também as células do trato digestivo.

Quais são os fatores de risco da Doença de Crohn?

Os fatores de risco para a doença de Crohn podem incluir:

  • Idade - A Doença de Crohn pode ocorrer em qualquer idade, porém esta condição afeta mais os jovens. A maioria das pessoas que desenvolvem a doença é diagnosticada antes dos 30 anos.

  • Etnia - Embora a Doença de Crohn possa afetar qualquer grupo étnico, caucasianos e pessoas de ascendência judaica do leste europeu apresentam maior risco. No entanto, a incidência desta doença tem aumentado nas pessoas de raça negra.

  • Histórico familiar - O risco é mais elevado em pessoas com história familiar da doença.

  • Fumar - O tabagismo é um dos maiores fatores de risco para a Doença de Crohn. Fumar pode também aumentar a severidade dos sintomas e levar a um risco maior de cirurgia.

 

  • Medicamentos anti-inflamatórios não esteroides - Embora estes não causem a Doença de Crohn, a toma frequente pode causar um aumento da inflamação do intestino.

Quais as complicações associadas à Doença de Crohn?

A Doença de Crohn pode levar a uma ou mais das seguintes complicações:

  • Obstrução intestinal - Nestes casos, pode ser necessária uma intervenção cirúrgica para remover a área afetada do intestino.

  • Úlceras - A inflamação crónica pode levar a feridas (úlceras) em qualquer parte do trato digestivo.

  • Fístulas - Por vezes, as úlceras podem se estender pela parede intestinal, criando uma fístula (conexão anormal entre diferentes partes do corpo). As fístulas podem se desenvolver entre o intestino e a pele ou entre o intestino e outro órgão. As fístulas próximas ou ao redor da região anal (perianal) são as mais comuns. Em alguns casos, uma fístula pode infetar e formar um abscesso, podendo ser fatal se não for tratada.

  • Fissura anal - Trata-se de um pequeno rasgo no tecido que reveste o ânus ou na pele ao redor do ânus, onde as infeções podem ocorrer.

  • Desnutrição - A diarreia pode dificultar a absorção dos nutrientes no intestino. Também é comum o desenvolvimento de anemia devido à baixa quantidade de ferro ou de vitamina B12 causada pela doença.

  • Cancro colorretal - Ter Doença de Crohn, que afeta o cólon, aumenta o risco de cancro colorretal.

  • Outros problemas de saúde - A Doença de Crohn pode causar problemas em outras partes do corpo. Entre os possíveis problemas estão anemia, distúrbios da pele, osteoporose, artrite e doença da vesícula biliar ou do fígado.

  • Riscos de medicação - Certos medicamentos para a Doença de Crohn, que atuam bloqueando as funções do sistema imunitário, estão associados a um pequeno risco de desenvolver cancros, como linfoma e cancro da pele. Estes também aumentam o risco de infeção. Os corticosteroides podem estar associados ao risco de osteoporose, fraturas ósseas, catarata, glaucoma, diabetes, hipertensão arterial, entre outros. Consulte um médico gastroenterologista para determinar os riscos e benefícios da medicação.

Qual é o tratamento para a Doença de Crohn?

Não existe cura para a Doença de Crohn, contudo o tratamento pode ajudar a reduzir ou controlar os sintomas da doença.

 

Os principais tratamentos para a Doença de Crohn são:

  • Dieta anti-inflamatória

  • Medicação para reduzir a inflamação no aparelho digestivo

  • Medicação para parar a inflamação que volta, através de comprimidos ou injeções

  • Cirurgia para remover uma pequena parte do sistema digestivo

 

Se apresenta algum dos sintomas da Doença de Crohn, consulte uma equipa de profissionais de saúde, que incluam um médico gastroenterologista e uma nutricionista.

  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Facebook Ícone
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Cinzento G + Ícone
  • Cinza ícone do YouTube