Benefícios da Alimentação Saudável

Uma alimentação saudável deve incluir uma grande variedade de frutas e legumes, grãos integrais, gorduras insaturadas e proteínas magras. Estes alimentos fornecem-lhe os nutrientes essenciais para fortalecer o sistema imunitário e prevenir algumas doenças, como alguns tipos de cancro. Comer de forma saudável também significa evitar alimentos com elevada adição de sal e açúcar.


Confira os principais benefícios de uma dieta saudável na saúde.


Perda de peso

Fazer uma dieta saudável que inclua frutas e legumes, grãos integrais e uma quantidade moderada de gorduras insaturadas, carne, peixe, ovos pode ajudar a manter um peso constante. Aliada à prática de exercício, uma dieta saudável nas quantidades certas também pode ajudar a perder peso, diminuir os níveis de colesterol , pressão sanguínea, e o risco de diabetes tipo 2 e de alguns tipos de cancro.


Reduz o risco de cancro

Uma alimentação desequilibrada pode levar à obesidade e ao estado de inflamação crónica, que pode aumentar o risco de desenvolver cancro. Ter um bom estado nutricional reduz esse risco.

Num estudo realizado em 2014, constatou-se que uma dieta rica em frutas reduz o risco de cancro no trato gastrointestinal superior. Também se constatou que uma dieta rica em vegetais, frutas e fibras reduz o risco de cancro colorretal e que uma dieta rica em fibras reduz o risco de cancro no fígado.


Ajuda a controlar os diabetes

Manter um peso saudável e fazer uma dieta equilibrada pode ajudar a reduzir o risco de desenvolver diabetes tipo 2.

Uma dieta saudável pode ajudar uma pessoa com diabetes a:

  • Perder peso, se necessário

  • Controlar os níveis de glicose no sangue

  • Manter a pressão arterial e o colesterol dentro dos limites

  • Prevenir ou reverter as complicações da diabetes

É essencial que os indivíduos com diabetes limitem a ingestão de alimentos com adição de açúcar e com elevado teor de hidratos de carbono de carbono simples.


Melhora a saúde cardiovascular e previne acidentes vasculares cerebrais (AVC)

Uma dieta saudável reduz o risco de doenças cardíacas, mantendo a pressão arterial e os níveis de colesterol dentro dos limites.

A ingestão de peixes gordos ricos em ômega-3 como o salmão e sardinha ajudam a diminuir o risco de desenvolver doenças cardíacas.

Segundo a Fundação do Coração e AVC do Canadá, 80% dos casos de doenças cardíacas e acidentes vasculares cerebrais podem ser evitados com mudanças no estilo de vida, como o aumento da prática de atividade física e alimentação saudável.


Melhora a saúde da próxima geração

A maioria das crianças assimila os comportamentos alimentares observados no seu meio envolvente. Ter uma alimentação saudável e fazer refeições em casa, por exemplo, pode ajudá-lo a melhorar a saúde dos seus filhos.

Em 2018, um estudo revelou que as crianças que faziam refeições em família e em casa regularmente ingeriam mais vegetais e menos alimentos açucarados do que os seus colegas que comiam mais fora de casa.


Fortalece os ossos e dentes

Uma dieta rica em cálcio mantém os ossos e dentes fortes e pode ajudar a prevenir e a retardar a osteoporose e a osteoartrite associada ao envelhecimento. O cálcio é geralmente associado a produtos lácteos, no entanto também pode encontrar cálcio em:

  • Bebida de amêndoa e arroz

  • Peixe enlatado (com espinhas)

  • Tofu e feijão de soja

  • Vegetais verdes escuros como as couves e brócolos

Como a vitamina D auxilia o corpo a absorver o cálcio é importante manter os seus níveis adequados. Pode melhorar os seus níveis ao apanhar um pouco de sol diariamente.


Melhora a memória

Uma alimentação saudável pode ajudar a prevenir a demência e o declínio cognitivo. Para evitar e prevenir estes sintomas, faça uma alimentação rica e variada em:

  • Vitamina D, C e E

  • Flavonóides e polifenóis

  • Peixes gordos ricos em ômega-3


Melhora a saúde intestinal

O cólon está cheio de bactérias que desempenham funções essenciais na digestão e metabolismo. Certas bactérias produzem vitaminas K e B que beneficiam o cólon e ajudam a combater bactérias e vírus nocivos. Uma dieta pobre em fibras e rica em açúcar e gorduras saturadas altera o microbioma intestinal, aumentando a inflamação.

No entanto, uma dieta rica em vegetais, frutas, legumes e grãos integrais fornece uma combinação de prebióticos e probióticos que ajudam as boas bactérias a prosperar no cólon. Alimentos fermentados, como iogurte e kefir, são ricos em probióticos. A fibra é um prebiótico, presente em leguminosas, grãos, frutas e vegetais, que promove os movimentos intestinais regulares, o que pode ajudar a prevenir todo o tipo de problemas intestinais, incluindo o cancro.


#gastroclinic #diaeuropeudaalimentacaosaudavel #alimentacaosaudavel #nutricao #gastroenterologia #bemestar #saude #estilodevida

  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Facebook Ícone
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Cinzento G + Ícone
  • Cinza ícone do YouTube