Porque é mais difícil emagrecer após a menopausa?



A maioria das mulheres tende a ganhar peso quando atinge a menopausa. O aumento de peso na menopausa é comum, mas não é inevitável.


Quando se trata da dificuldade de emagrecer após a menopausa tem de ter em consideração alguns fatores, tais como:

  • Aumento da tendência para a deposição de gordura abdominal: Antes da menopausa, as mulheres têm mais tendência à deposição de gordura na parte inferior do corpo (ancas e coxas). Contudo, após a menopausa e devido à diminuição dos níveis de estrogénio, ocorre um aumento da deposição da gordura na zona abdominal.

  • Aumento da perda de massa muscular: À medida que envelhecemos, a percentagem de massa muscular diminui e a percentagem de gordura aumenta. Geralmente, a partir dos 30 anos começa-se a perder massa muscular e isso faz com que a taxa metabólica em repouso diminua, ou seja, há uma diminuição do gasto energético.

  • Diminuição da qualidade do sono: Na menopausa, a qualidade do sono pode ser afetada por vários fatores, como a diminuição dos níveis de estrogénio, os suores noturnos, os distúrbios de humor e a apneia do sono. A privação do sono, para além de aumentar a resistência à insulina, afeta as hormonas que regulam o apetite (grelina e leptina) e contribui também para a fadiga e consequente diminuição da atividade física.


A obesidade abdominal têm várias consequências metabólicas adversas como a desregulação do metabolismo dos açúcares e gorduras, hipertensão e doenças cardiovasculares. O excesso de peso também pode contribuir para outros problemas como o cancro, artrite, distúrbios de humor e disfunção sexual.


Após a menopausa, as doenças cardiovasculares são a principal causa de morte nas mulheres, sendo de extrema importância a manutenção de um peso saudável.

Como perder peso após a menopausa

  • Faça exercício físico: As mulheres que fazem exercício antes de entrarem na menopausa apresentam uma menor tendência para o aumento de peso. Se nunca fez exercício, nunca é tarde demais para começar. O melhor exercício para melhorar a composição corporal é o treino de força (musculação). Ao aumentar a massa magra irá aumentar a sua taxa metabólica basal, ou seja, irá queimar mais calorias em repouso.

  • Reduza a quantidade de hidratos de carbono: Alimentos como arroz, batatas, cereais, massas, pães e qualquer alimento à base de farinha são ricos em hidratos de carbono, mas pobres em nutrientes. Alimentos ricos em hidratos de carbono aumentam o nível de insulina no sangue e estimulam o aumento de gordura abdominal.

  • Procure a ajuda de um profissional especializado: Se já tentou emagrecer com dietas e exercício sem sucesso deve procurar outras soluções. Dependendo do seu Índice de Massa Corporal (IMC), existem vários tratamentos disponíveis, tais como as terapias medicamentosas, as terapias endoscópicas bariátricas e a cirurgia bariátrica. As terapias endoscópicas bariátricas são uma nova linha de tratamento de obesidade que incluem os balões intragástricos (normal e ajustável) e gastroplastia endoscópica (Endosleeve - método Apollo e método POSE). Estas técnicas endoscópicas são menos invasivas que a cirurgia bariátrica e proporcionam em média uma perda de peso de 20%-25% do peso total.




#gastroclinic #menopausa #perderpeso #balaointragastrico #metodoapollo #metodopose #bemestar

  • Grey Instagram Ícone
  • Grey Facebook Ícone
  • Ícone cinza LinkedIn
  • Cinzento G + Ícone
  • Cinza ícone do YouTube